segunda-feira, 30 de Setembro de 2002

Add N to (X)






"Loud Like Nature" sai a 21 de Outubro.
É o quarto álbum dos Add N To (X) e sucede a "Add Insult To Injury".
Já tem um single: "Take Me To Your Leader".

Gravado nos últimos 12 meses em Londres, Nova Iorque e Sheffield, "Loud Like Nature" contém colaborações de Richard Hawley (o guitarrista dos Pulp), J.P. Buckle (National Bandit) e dos bateristas Joe Dilworth e Rowan Oliver (bateria da banda de Goldfrapp). Há ainda uma aparição, como convidado, do produtor Kim Fowley que se encarregou da componente spoken-word de "Invasion Of The Polaroid People".

Se "Take Me To Your Leader" nos faz lembrar algo que gravita à volta dos ambientes sonoros retratados pelos Kraftwerk (já que é absolutamente robótico), outros temas deste álbum levam-nos ao rock, ao hip-hop ou ainda a delirantes invenções que misturam funk com punk surrealista!

Pistas para este novo Add N To (X):
. take me to your leader
. party bag
. invasion of the polaroid people
. up the punks
. quantum leap






Um dos melhores projectos nacionais do momento!
A não perder...
Sings reign rebuilder é um projecto dos Set fire to flames. Trata-se de um conjunto de músicos provenientes de bandas como os Exhaust, Fly Pan Am, Godspeed you black emperor!, Hanged Up, HRSTA, etc, que tem Montreal como base geográfica de referência. A assiduidade de suculentas rajadas melódicas perturbadas por um experimentalismo seco que, subtilmente, indicia vazio cósmico remete-nos para um cenário imaginário com coordenadas desconhecidas. Provavelmente, Stanley Kubrick interessar-se-ia por este trabalho para maquilhar algo concebido por ele.

Disco para ser ouvido por quem mergulha na música de alma e corpo, sendo aconselhável o distanciamento dos que vêem nela um acessório que às vezes se tropeça.
O cruzamento de this mortal coil com sigur ros, aditivado com einsturzende neubauten, é apenas uma ideia rudimentar que me atrevo a veicular para criar algum conforto inicial em eventuais interessados.

Efeitos secundários: pode potenciar estados de espíritos pouco desejáveis.

sábado, 28 de Setembro de 2002

Madredeus lançam novo álbum em Outubro
Quatro meses após a saída de «Madredeus Electrónico», a banda de Teresa Salgueiro e Pedro Ayres Magalhães vai editar um novo álbum. O registo possui como título «Euforia» e tem lançamento agendado para 21 de Outubro, sendo que o grupo contou com participação da Orquestra da Rádio Flamenga (Bélgica) no disco.
O álbum é composto por 25 temas, alguns dos quais originais, sendo que outros foram alvo de novos arranjos por parte do maestro António Vitorino de Almeida. O volume será ainda acompanhado da edição de um DVD até ao final deste ano. Os Madredeus vão entretanto iniciar uma digressão internacional junto com a orquestra belga, passando por cidades como Bruxelas, Paris e Salamanca. O périplo finalizará em Portugal, sendo que o grupo actua no Coliseu do Porto a 31 de Outubro e a 2 de Novembro em Lisboa.
:: recortado do DiscoDigital

sexta-feira, 27 de Setembro de 2002

Cinematic Orchestra actua no Porto a 19 de Dezembro
A Cinematic Orchestra regressa a Portugal no final do ano, de modo a efectuar um concerto no Teatro Sá da Bandeira (Porto) a 19 de Dezembro.
O colectivo de Jason Swinscoe deverá centrar o seu espectáculo no mais recente álbum de originais, «Everyday» (um dos melhores registos deste ano), com eventuais passagens pelo primeiro disco da banda.
A Cinematic Orchestra encontra-se a preparar entretanto um álbum de remisturas, o qual deve ser editado no próximo ano.
:: acabei de ver no Diário Digital

quinta-feira, 26 de Setembro de 2002

Add N To (X) actuam no Porto
Os Add N To (X) são o primeiro nome avançado para a edição deste ano do Festival Blue Spot, a decorrer no Porto. O grupo britânico actua a 14 de Dezembro, depois alguns dos seus elementos terem estado presentes no nosso país para sessões DJ.
Fonte:BlitzClix
Beck a propósito de sea change,
"Eu gosto de imaginar o oceano, e há muito dele no disco, além de desertos. O deserto já foi mar - o fantasma de um mar. Desertos e mares, eu acho que são grandes espaços sem nenhum destino real" ...
"Este álbum é algo que queria fazer há muito tempo. Fãs que prestam atenção vão perceber ecos deste álbum em 'lados Bs' de trabalhos anteriores que venho fazendo desde o início de minha carreira"...
"A canção que sempre finalizou os discos. Então esse é uma álbum inteiramente feito de músicas assim"

"Sou inteiramente favorável à idéia de 12 grandes canções. Mas se podemos experimentar, colocar no mercado mais discos, tentar diferentes coisas e fazer discos que não são necessariamente criados para serem populares ou relevantes com o que acontece no presente, tudo vira parte de um processo que irá nos ajudar a fazer uma música melhor."

Fonte: terra
Zero DB actuam esta quinta-feira à noite em Lisboa
A dupla inglesa Zero DB regressa ao nosso país esta semana, promovendo três DJ sets. A primeira destas sessões está marcada para esta quinta-feira à noite (dia 26) no Lux, em Lisboa. Seguem-se as presenças a 27, no bar Trintaeum no Porto, e a 28 em Coimbra. Este périplo dos Zero DB ocorre em simultâneo com a edição da compilação «Fluid Ounce» em Portugal.
Viajando do hip hop ao jazz e passando pelo house, este projecto tornou-se conhecido através das remisturas para artistas como os Trüby Trio, Peace Orchestra, Suba e Interfearence e Sun Ra.
A colectânea agora editada serve apenas como cartão de visita, uma vez que a dupla encontra-se a preparar o álbum de estreia.
:: li no Diário Digital

Esta colectânea "Fluid Ounce - unmeasured" da Fluid Ounce merece ser escutada com atenção. Para além de Zero DB, oiçam-se as pérolas de Chris Vogado através do The Vogado Projects.
Aqui está uma boa razão para o fazer hoje.
Tarefa para esta quinta-feira:
comparar "pale blue eyes" dos Velvet Underground com a cover de Marisa Monte...

quarta-feira, 25 de Setembro de 2002

Programa da Semana do Caloiro da Universidade do Minho.
Dia 15: Phil Case e Belle Chase Hotel;
Dia 16: Fernando Rocha e Quim Barreiros;
Dia 17: Casino e The Gift.
Os concertos vão ocorrer durante o mês de Outubro na Quinta dos Peões em Braga numa tenda com capacidade para seis mil pessoas. Entre dia 7 e 18 o recinto funcionará como um gigantesco Praxódromo.
Videoclips, concertos, novidades ...
Enigma...

terça-feira, 24 de Setembro de 2002

Schneider TM - Zoomer





Vou voltar a insistir no microsampling mas desta vez com uma proposta bem diferente. Queria destacar, desde já, que em Zoomer encontra-se uma das grandes canções pop deste ano, trata-se de Reality Check. Este disco faz uso do, tão em voga, microsampling mas leva-o para domínios mais pop. Sonoridades assimétrica, com uma programação irrepreensível, que apesar de se inserirem nas denominadas indietrónicas denotam a recuperação de ideias mais antigas. Esta aproximação das novas linguagens electrónicas à pop foi suavemente abordado pelos compatriotas The Notwist. Contudo, em Zoomer, a estrutura das canções é mais próxima da estética do início dos anos 80. Mas Schneider TM não fica por aqui, ensaia um brilhante tema, Hunger, em que deixa a voz de lado e mostra a sua grande precisão no domínio da “maquinaria”. Mas vai mais longe! Turn On, é uma verdadeira lufada de ar fresco. Neste tema aparece Max Turner em registo “spoken-word” e o resultado é no mínimo surpreendente, nota-se um piscar de olho a terrenos hiphop e quem sabe se não se estará a abrir um novo campo de trabalho.
Este disco mostra mais um caminho para a indietrónica, a fusão com sonoridades pop é possível e recomenda-se! Disco a ouvir com muita atenção!
Hooverphonic em Novembro
O grupo belga Hooverphonic, que edita na próxima segunda-feira o novo álbum, intitulado "Jackie Cane", vai actuar em Portugal em Novembro, com concertos no Paradise Garage, em Lisboa, e no Teatro Sá da Bandeira, no Porto.
A propósito do quarto trabalho, a banda está a apresentar as novas músicas em vários palcos europeus, incluindo Lisboa, no dia 21 de Novembro, e Porto, no dia seguinte.
"Jackie Cane", do qual se extrai o primeiro single "The World Is Mine", é dedicado à cantora pop Jackie Cane, cujo percurso musical é abordado nas 13 músicas do álbum.
O álbum sucede a "The Magnificent Tree" (2000), "Blue Wonder Power Milk" (1998) e "A New Stereophonic Sound Spectacular" (1997).
Formados em 1995, em Bruxelas, os Hooverphonic estiveram no ano passado em Portugal, no Festival Sudoeste e em dois concertos no Paradise Garage, em Lisboa, e no Hard Club, no Porto.
Os bilhetes custam 18 euros.
:: vi na Lusa
Barry Adamson hoje em Lisboa
O britânico Barry Adamson (um dos pilares dos Bad Seeds, de Nick Cave) vai actuar hoje (24 de Setembro, 21h00) no Paradise Garage, em Lisboa.
Barry Adamson iniciou a sua carreira em 1977, como baixista dos Magazine, uma das bandas de Manchester mais influentes de então, tendo gravado cinco álbuns.
Integrou depois os Birthday Party, nos quais encontrou Nick Cave, com quem fundou anos depois os Bad Seeds, junto com Mick Harvey e Blixa Bargeld.
A solo, Adamson gravou vários álbuns, sendo que o concerto em Lisboa deve centrar-se no recentemente editado «The King of Nothing Hill».
Os bilhetes para o espectáculo custam 19 euros.
O Diário Digital faz um ano!
Parabéns!

segunda-feira, 23 de Setembro de 2002

Sair dos Suede foi um erro estúpido!
Confissão de Bernard Butler.
Está no NME.
BBC transmite concerto de D. Bowie
A BBC vai transmitir a 5 de Outubro o concerto do músico no estúdio de Maida Vale, um espectáculo que Bowie deu recentemente para uma pequena plateia de convidados.
O mais recente álbum, «Heathen», preencheu a maior parte do alinhamento, mas houve ainda espaço para «clássicos» como «Alabama Song» e «Rebel Rebel».
O grande ponto de atracção deste espectáculo foi, no entanto, a interpretação de «Bewlay Brothers», tema do álbum «Hunky Dory» (1971) que Bowie cantou a ler um papel, uma vez que considera que a canção «tem mais palavras do que «Guerra e Paz»».
:: vi no Diário Digital
Micro Audio Waves e Add (N) To X tocam hoje em Lisboa
Micro Audio Waves e Add (N) To X actuam na noite de hoje no espaço Vyrus, no Chiado, em Lisboa.
As actuações servem de promoção aos álbuns editados agora de cada um destes dois projectos.
E se há alguma curiosidade em saber o que vai sair desta nova aventura de Flak (os Micro Audio Waves), sobre "Loud Like Nature" escreverei um post brevemente uma vez que já o escutei. Adianto apenas que o primeiro single chama-se "take me to your leader" e faz-me sentir sensações robóticas que me recordam Kraftwerk ou afins.
Este álbum sairá a 21 de Outubro.

domingo, 22 de Setembro de 2002

Selecção musical para ouvir na semana que agora começa:

Thievery Corporation - Abductions and Reconstructions. Especialmente a faixa número 8 deste albúm Ave Maria by Edson Cordeiro.
Como o nome pode deixar transparecer, trata-se de um álbum de remixes. São reinterpretações da dupla nova-iorquina Thievery Corp. de canções de nomes como David Byrne, Stereolab, Pizzicato 5, Baaba Maal, Gus Gus, Edson Cordeiro, Waldeck.

E ainda, retirados do baú:
De Phazz - Death by Chocolate (excelente o concerto no Teatro Sá da Bandeira, no Porto) e Godsdog. Isto enquanto não chega o novo disco do grupo previsto, de acordo com o site oficial da banda, para Outubro. No entanto, podem ouvir-se pedaços de músicas aqui. O disco chama-se Daily Lama.

sábado, 21 de Setembro de 2002

We Must Stop QUEENS OF THE STONE AGE!!!

Há quem queira acabar com os Queen of the Stone Age!!!
Ver aqui...

sexta-feira, 20 de Setembro de 2002

"Looking for a Thrill" - 10 anos de Thrill Jockey









Trans Am



Bobby Conn



Tortoise



Radian



Eleventh Dream Day


Parabéns, Bettina!

:: fotos, mário bouça
Granada e Arid ...

duas sugestões muito boas do André :::: qual é a música?
Ando encantado com Pato Fu.... espectacular ... pop ligeira, simples ... perfeita!

eu
não mais
por perto
depois
sobre o tempo
me explica
porque te vás
....
.........
made in japan
A puta da subjectividade
Estreia hoje: «24 Hour Party People»

Tudo começa no dia 4 de Junho de 1976 durante um enérgico concerto dos Sex Pistols no Legger Free Trade Hall, em Manchester. Tony Wilson, caracterizado por Steve Coogan, decide criar juntamente com alguns amigos uma empresa discográfica, a Factory Records, inspirados por todo um contexto musical vibrante e em ascensão. Este é o tema central de «24 Hour Party People», que estreia hoje nas salas de cinema portuguesas.
Este filme documenta a emocionante evolução da música e da dança dos anos 70 aos recentes anos 90 na crepitante cidade inglesa de Manchester, assistindo-se ao nascimento de um dos melhores clubes nocturnos do mundo, The Hacienda. É uma história recheada de música, sexo e drogas.
Já se sabia que ia ser assim...
"Autobahn 66" é o segundo single de "Evil Heat" dos Primal Scream.
E é também uma das melhores músicas do álbum!
Outra vez Flunk!
Remixes de "Blue Monday" aqui.
24 Edições a conferir (algumas já efectivadas... outras a acontecerem nas próximas semanas):
01 RJD2 - dead ringer (definitive juxx)
02 John Parish - how animals move (thrill jockey)
03 Golden - apollo stars (thrill jockey)
04 Radian - rec.extern (thrill jockey)
05 Big Bang - arriving soon (arision)
06 Seiji – remixes (bitasweet)
07 Vários - alex attias mix - selector series vol. 1 (goya)
08 Ice-t - presents: westside (obsessive)
09 James Yorkston - moving up country (domino)
10 Max Tundra - mastered by guy at the exchange (domino)
11 Cinema - before the dark (domino)
12 Jason Loewenstein - at sixes and sevens (domino)
13 Lone Pigeon - concubine rice (domino)
14 El-P - fandamplus (remixes, instrumentals, videos) (definitive juxx)
15 Danny Krivit – expansions (nrk)
16 King Kooba - indian summer (om)
17 Sue Garner – shadyside (thrill jockey)
18 Catherine Irwin - cut yourself a switch (thrill jockey)
19 Amon Tobin - out from out where
20 Cinematic Orchestra – horizon (single)
21 Dj Vadim - ussr: the art of listening
22 Mr Scruff - trouser jazz
23 Vários - Zentertainment 2002
24 Dj milo - wild bunch: the original underground massive attack (strut)
A propósito desta notícia trazida aqui pelo Nídio...
Tudo o que consegui saber foi um:
- não confirmamos, nem desmentimos.
o que, se calhar, quer dizer alguma coisa.
o que acham?

quinta-feira, 19 de Setembro de 2002

The Unplayable Sofa Guitar
sábado, 28 setembro 2002, 22h30m, € 3,00, @ Deslize

---------------------------------------------------------------

Primeira apresentação da banda em Braga
O Deslize situa-se em frente à Sé [de Braga]

Eu acrescento:
The Unplayable Sofa Guitar - um dos projectos mais interessantes do momento da música moderna portuguesa
Tenho estado a ouvir dois discos que em comum apenas tem a coerência que os trespassa e os caracteriza. Por um lado, Rouge, banda sonora do filme Vermelho que juntamente com os filmes Azul e Branco formam a trilogia realizada pelo desaparecido Krzysztof Kieslowski para homenagear os valores apregoados na revolução francesa, por outro lado, praticamente em colisão melódica, loveless dos My Bloody Valentine. O primeiro projecta de forma sinfónica e terna aquilo que as imagens de Vermelho demontraram na tela, o segundo exibe magistralmente que o domínio do feedback provocado pelas guitarras pode transformar-se em algo cativante para um melómano, característica que pode ser considerada um denominador comum noutros grupos entre os quais destaco Sonic Youth ou Jesus & Mary Chain.
2 canções para hoje:
O novo single da Cinematic Orchestra, "Horizon" depois de "Everyday";
e "Nothing so bad" de "Sirena" dos Cousteau.

quarta-feira, 18 de Setembro de 2002

O que é que os Jesus & Mary Chain pretenderiam esboçar com este excerto de psychocandy?

O vento grita à volta das árvores pela minha Psychocandy
O mundo espalha uma estranha doença para a minha Psichocandy
Candy é a pior semente
Ela derruba-te e faz-te comer
O peixe dela
o peixe envenenado dela
no prato dela

Candy não pode ouvir ou ver
Ela está no lugar que precisa de estar
Ela guia-te até uma lámina afiada
E dá-te alguma coisa quente para provar
O mestre está de volta
O novo trabalho de Amon Tobin, "Out From Out Where", já pode ser ouvido aqui ! O álbum tem edição prevista para o dia 14 de Outubro.
Está a circular a notícia de que a Ninja Tune vai trazer a Portugal, em Dezembro, vários artistas do seu catálogo para uma espécie de mini-festival. A Ananana também está envolvida na organização. Falta a confirmação...
Boards of Canada editam raridade
Intitulado «Twoism», foi originalmente editado há sete anos pela Music70, uma label criada pelos próprios Boards of Canada, numa edição em vinil limitada a cem exemplares – o que o tornou rapidamente num objecto de colecção.
Esta reedição que vai agora ver a luz do dia foi devidamente remasterizada e montada. «Twoism» é anterior aos dois primeiros álbuns deste duo produtor de música de dança para a Warp («Music Has the Right to Children» e «Geogaddi») e tem o seguinte alinhamento: «Sixtyniner», «Oirectine», «Iced Cooly», «Basefree», «Twoism», «Seeya Later», «Melissa Juice», «Smokes Quantity» e «1986 Summer Fire».
Fonte: BlitzClix
Kid Loco na Invicta
Frequentador assíduo dos palcos nacionais, o francês Kid Loco (editou o último álbum de originais, «Kill Your Darlings», no ano passado) regressa a 4 de Outubro ao barco Porto Rio no papel de DJ.

terça-feira, 17 de Setembro de 2002

Imaginem a voz de Nick Cave temperada pelos graves de Tom Waits, surgindo em background sonoro os Tindersticks. É este o cenário que revela os Raindogs, por acaso banda lisboeta que já teve um vocalista alemão de nome Roland Popp e que integra o violinista inglês Matt Howden. A Roland sucedeu Carlos Gonçalves, músico que pertenceu à banda Corpo Diplomático (percursores dos Heróis do Mar).

Para conhecer o protótipo de beleza que transborda das composições dos Raindogs o álbum life after vegas, editado em Maio deste ano, encarregar-se-á de demonstrar a autenticidade do arranjo musical acima descrito.
Na música hotel sickness Jane Howden emerge para dar o polimento final num trabalho repleto de requinte.
Como curiosidade extra refira-se que este último álbum de originais contou, novamente, com a produção de Chris Eckman dos Walkabouts.
Rock is back
Recentemente, Mink Lungs e Enon são dois nomes que tenho ouvido muito.
Mink Lungs são um quarteto de Brooklyn que editam agora o álbum de estreia. Chama-se "the better button".
Os Enon reaparecem com "high society" e podem, muito bem, ser sérios candidatos a terem este álbum na lista dos melhores 2002.
Voltarei com pormenores.

segunda-feira, 16 de Setembro de 2002



O excelente documentário que ontem à noite a RTP 2 exibiu sobre Maria Callas foi música com expoente divino. Faz hoje 25 anos que a excelsa Callas morreu em Paris, numa situação dramática tantas vezes idêntica às que a artista viveu em palco. Recordar a sua voz é viver uma mistura de sensações ... é como uma viagem no desconhecido propulsionada pelo inconsciente!

Para quem quiser aproximar-se da voz divina encarnada numa mulher o álbum Romantic Callas editado pela EMI é concerteza um guião valioso.



quinta-feira, 12 de Setembro de 2002

Chegou-me às mãos um CD com músicas de bandas portuguesas ainda pouco conhecidas no mercado. É editado pela Borland e inclui temas de 12 grupos, entre os quais estão Old Jerusalem, Wave Simulator, Zoe e Stealing Orchestra.
Mas, a faixa 5 do CD chamou-me a atenção. A música Yogi Bear, dos Alla Polaca ficou-me no ouvido. Já ouvi mais duas (excelentes) músicas deste grupo, que parece não ter ainda nenhum álbum editado. Há pouco tempo venceram o festival 365, cuja final decorreu na Aula Magna em Lisboa. Espero que seja o prenúncio de um álbum completo à venda nas lojas. Eu estou à espera. Ansiosa!
Apesar de tudo, durante o dia 11, o que mais impressionou foram os momentos de silêncio... afinal o silêncio também pode ser a mais bela das músicas....

quarta-feira, 11 de Setembro de 2002

Ouvir and then nothing turned itself inside-out, último álbum dos Yo La Tengo, é um modo sensato de encontrar exílio para o tema do dia. Apesar da mensagem do álbum parecer uma folha outonal, quiçá seja o melhor tónico para dias de desorientação ou, como cantam os Sigur Rós, para dias em que a paz está fora de moda.
Deslizo pela minha mente,
Penso no caminho que percorri.
Canto o hino que escrevemos juntos...
Tivemos um sonho,
Tivemos tudo.
Viajamos até ao fim do mundo à tua procura.
Subimos a arranha-céus,
Que depois explodiram...
A paz estava fora de moda...
Mas o melhor que Deus criou foi
O dia....


::Tradução da faixa 7 do álbum Agaetis Byrjun dos Sigur Rós de 1999::

Hoje vou passar o dia por perto da televisão...
os discos dos Sigur Rós vão servir de banda sonora...
dia triste...
dias tristes...

terça-feira, 10 de Setembro de 2002

Fiquei a conhecer mais uma versão do clássico Bonnie and Clyde neste caso interpretada pelos Luna e por Laetitia Sadier dos Stereolab.
Fenomenal!
Notas interessantes sobre a promissora música electrónica proveniente da Hungria.
Recomendo particularmente shallow and profound de Yonderboi, designação artística do jovem talentoso e culto Lazlo Fogarasi.
Quem teve o privilégio de assistir ao concerto que no ano passado, a propósito do Porto 2001 - capital europeia da cultura, o quinteto húngaro brindou no Aniki Bóbó deve ter percebido a magnitude e elegância da criação patente em shallow and profound.

quarta-feira, 4 de Setembro de 2002

Sigur Rós... mais
Depois de ver aqui a notícia da vinda em Fevereiro dos Sigur Rós, fui ao site da banda e descobri mais alguns pormenores sobre o novo "( )".
Já sabíamos que o álbum vai conter 8 canções e.... (está tudo aqui)
... o que não sabíamos era que o álbum estava dividido em duas partes: a parte «quiet» e a parte «heavy». A parte «quiet» é composta pelas 4 primeiras canções enquanto que a «heavy» é constituída pelas faixas 5, 6, 7 e 8. No meio das duas partes (e aqui está outro pormenor) existe um pequeno silêncio para que essa divisão fique bem marcada!
E, apesar de oficialmente, o álbum não ter nomes para os temas (porque esses deverão ser escolhidos por cada um de nós), estes são os títulos dados pela banda:
1. vaka / 2. fyrsta / 3. samskeyti / 4. njósnavélin / (break) / 5. álafoss / 6. e-bow / 7. the death song / 8. the pop song.
Está tudo nas novidades do site oficial dos Sigur Rós.





Só mais 2 notas.

1. já ouvi algumas das músicas que fazem parte deste novo "( )" e fiquei... exactamente... sem palavras! Podes fazer o mesmo seguindo este link.
2. no site da banda ainda não é possível confirmar se Portugal vai ter ou não uma visita em Fevereiro de 2003. De qualquer maneira, também o jornal Diário de Notícias noticiou hoje essa vinda. Ao que parece, terão sido os próprios Sigur Rós a garantirem isso ao DN, já que dois dos seus elementos estiveram esta semana em Lisboa para uma série de entrevistas com vista à promoção do novo "( )".
Flunk
:: a entrevista que eu e a Sylvie Piccolotto fizemos ao líder dos Flunk, Ulf.
Amateur é um filme fenomenal com uma banda sonora em sintonia ...
(para ouvir basta seguir o link)
The Aquanettas - mind full of worry
My Bloody Valentine - only shallow
P.J. Harvey - water
Red House Painters - japanese to english
Yo La Tengo - shaker
Bettie Serveert - tom boy
Liz Phair - girls! girls! girls!
The Jesus Lizard - then comes dudley
Pavement - here
Einsturzende Neubauten
blume (french version)
blume (english version)
blume (japanese version)
e
stella maris (radio-version)
Saldos
Discos fantásticos desde 2,50 a 10,00 euros!!!!
Chama pela Symbiose.
Sigur Rós em Portugal
Os islandeses Sigur Rós têm passagem confirmada por Portugal, em Fevereiro de 2003. As datas ao vivo da banda islandesa marcadas para esse mês irão ocorrer somente em cidades do sul da Europa, ao contrário da próxima digressão do quarteto nórdico, agendada para Outubro, que centrar-se-á maioritariamente no norte do velho continente.
::Fonte:BlitzClix
Mondo Bizarre
Saíu o número 12...
Acaba de sair um novo álbum dos Tarwater
Chama-se "Dwellers on the Threshold" e sai pela Mute.

terça-feira, 3 de Setembro de 2002

Radiohead começam a gravar o novo álbum
O resultado destas gravações deverá ver a luz do dia em Março de 2003.




Afinal, os Massive Attack planeam lançar dois álbuns num ano
A banda não edita desde 1998 (desde "Mezzanine").




U2: The Best Of 1990 – 2000 sai a 4 de Novembro
Já é sabido que o álbum contém 2 novas canções: "Electrical Storm" e "The Hands That Built America" (este último fazendo parte da banda sonora do filme de Martin Scorcese, "The Gangs Of New York").
Quatro canções, "Discothèque", "Gone", "Numb" and "Staring At The Sun" foram trabalhadas por Mike Hedges.

O alinhamento será:
"Even Better Than The Real Thing"
"Mysterious Ways"
"Beautiful Day"
"Electrical Storm (William Orbit Mix)"
"One"
"Miss Sarajevo"
"Stay (Faraway So Close)"
"Stuck In A Moment (You Can’t Get Out Of)"
"Gone"
"Until The End Of The World"
"The Hands That Built America"
"Discothèque"
"Hold Me, Thrill Me, Kiss Me, Kill Me"
"Staring At The Sun"
"Numb"
"The First Time"
"The Fly"

Entretanto, as primeiras cópias deste 'best of' terão um segundo CD com o nome "The Best Of The B-sides", e ainda um DVD bónus com material exclusivo.
O alinhamento deste segundo CD:
"Lady With The Spinning Head (Extended Dance Mix)"
"Dirty Day (Junk Day Mix)"
"Electrical Storm"
"Summer Rain"
"North & South Of The River"
"Your Blue Room"
"Happiness Is A Warm Gun (The Gun Mix)"
"Salome (Zooromancer Mix)"
"Even Better Than The Real Thing (Perfecto Mix)"
"Numb (Give Me Some More Dignity Mix)"
"Mysterious Ways (Solar Plexus Club Mix)"
"If God Will Send His Angels - (Big Yam Mix)"
"Lemon (Jeep Mix)"
"Discothèque (Hexidecimal Mix)"
:: vi no NME
Nelly Furtado com Jurassic 5
A luso-canadiana Nelly Furtado foi convidada pelos californianos Jurassic 5 para participar no novo álbum do grupo. «Thin Line» é o resultado da parceria.

segunda-feira, 2 de Setembro de 2002

Tricky com Nelly Furtado!
É verdade.
Se quiseres saber mais, escreve-me. O meu endereço de email está ali ao lado.
E até posso enviar-te a música....



Adorei ver os White Stripes ganharem três prémios MTV com o vídeo: "Fell in Love With a Girl"
:: Melhores efeitos especiais;
:: Melhor montagem;
:: Vídeo mais inovador.

Portishead: Álbum a solo para Beth Gibbons


Intitulado "Out of Season", sairá a 28 de Outubro e será um disco semi-acústico.
Beth já descansou os seguidores dos Portishead declarando não ter intenção de abandonar a banda que, inclusivé, está a preparar um novo trabalho de originais a ser editado em 2003.










Nightmares on Wax: novo álbum
O projecto de George Evelyn prepara-se para editar o seu quarto álbum. Sai hoje (2 de Setembro) e chama-se "Mind Elevation".


Este trabalho teve um single de avanço (editado no passado dia 19 de Agosto) intitulado "Know my name".
O alinhamento do álbum será:
01. Mind Eye
02. Say-Say
03. Thinking Of Omara
04. Date With Destiny
05. Bleu My Mind
06. Environment
07. Soul-Ho
08. Humble
09. 70s 80s
10. Know My Name
11. BBH (Bongo-Brk-Haven)
12. Mirrorball
13. Thoughts
Greenpeace escolhe tema dos Madredeus para campanha mundial
Pela 1ª vez, uma campanha da Greenpeace é sonorizada por um tema de um grupo português. Madredeus foi o grupo eleito e "Anseio", numa remistura de Craig Armstrong incluída em "Madredeus Electrónico", é o tema escolhido.
A campanha visa proteger as florestas, tendo como objectivo sensibilizar o mundo para a destruição maciça das mesmas, com especial incidência para a floresta da Amazónia.
Com a Cimeira da Terra a chegar ao fim, esta é uma boa altura para todos pensarmos um pouco sobre o que estamos a fazer a Nós próprios e à Natureza.